Gastos: despesas, custos ou investimentos? São coisas diferentes!

image

A contabilidade é uma ciência muito interessante! Ela reconhece as diferentes naturezas dos gastos e por isso contabiliza-os de forma distinta.  Se a empresa gasta dinheiro na compra de insumos para produzir determinados bens, este gasto é classificado como CUSTO! É um sacrifício de um ativo (caixa) para produzir um outro ativo de maior valor, no caso o bem produzido pela empresa e que será vendido para os clientes. E este benefício ocorrerá muito provavelmente no exercício em curso ou no próximo.

Se não se consegue associar ao gasto benefícios futuros, pelo menos diretamente, eles são classificados como DESPESAS. Assim, os salários pagos ao pessoal da área administrativa de uma indústria são  considerados como despesas, como algo que acontecerá Independentemente da produção e das vendas. Já os salários do pessoal da fábrica, que podem ser associados objetivamente com a produção dos bens fabricados, são considerados CUSTO. O chamado custo de mão-de-obra. Os custos são levados inicialmente aos ativos, na forma de estoques! Na medida que os produtos são vendidos os custos afetam o lucro, diminuindo-os via a componente custo das mercadorias vendidas ou fabricadas, registrado na DRE – Demonstração do Resultado do Exercício.

A última categoria de gastos, uma das mais importantes, é o chamado INVESTIMENTO. São gastos importantes para a sobrevivência ou para a expansão dos negócios da empresa. E como eles trarão benefícios em vários exercícios futuros, a contabilidade os ativa como Permanente, para realizá-los aos poucos juntamente com os benefícios! Esse diferimento no tempo é consequência dos princípios da competência e da confrontação, na linguagem contábil! Numa linguagem coloquial, a contabilidade sabe que o investimento não deve ser avaliado imediatamente mas ao longo de vários exercícios!

Desta forma deve-se ficar atento para o fato de muitos gastos não afetarem o lucro imediatamente! A contabilidade pauta-se nos princípios da competência e da confrontação e não no caixa!

 

Leave a Reply